Publicações

  1. 11o Congresso Internacional da Rede Unida em Saúde, Fortaleza, abril de 2014. 

Educando para a Paz: um projeto de prevenção e promoção à saúde na escola através de técnicas do Yoga

As características do trabalho do professor tornam esta profissão vulnerável para sintomas relacionados ao estresse. Pelo lado dos alunos, estudos demonstram que a maior parte das crianças encaminhadas para serviços de saúde mental são encaminhadas pela escola. A resposta para estas dificuldades muitas vezes são medicamentosas. Técnicas advindas do Yoga oferecem outras respostas. Estudos demonstram que técnicas respiratórias, de relaxamento, de meditação, entre outras produzem efeitos duradouros no que concerne a qualidade de vida e sintomas clínicos diversos. Esse projeto está sendo realizado com professores de uma escola municipal de Caxias do Sul, e teve início em março de 2013, com 14 professoras, com os seguintes objetivos: 1) propiciar aos professores práticas de Yoga para elevar sua qualidade de vida física e mental; 2) oferecer ferramentas aos professores para lidar com situações de adversidade decorrentes da sua atuação profissional e 3) oferecer ferramentas aos professores para auxiliar os alunos para que estes tenham um melhor aproveitamento dos momentos de aprendizagem na escola. O projeto consiste em práticas semanais de Yoga para professores, na escola, após o horário escolar e oficinas mensais para essas professoras com o objetivo do ensino de técnicas advindas do Yoga para serem utilizadas com os alunos, em sala de aula. A avaliação do projeto, de cunho qualitativo e feito através de um questionário, é semestral. Os principais resultados relatados pelas professoras, em relação às práticas foram: bem estar proporcionado pelo Yoga; maior energia; maior serenidade para lidar com as situações do dia a dia; aprendizagem da forma correta de respirar, que auxilia no controle da ansiedade; maior relaxamento. No que diz respeito às técnicas aplicadas com os alunos, de um modo geral eles recebem bem e gostam das atividades, pedindo às professoras para repeti-las. Em algumas turmas os alunos mostram-se mais agitados, dificultando a execução das técnicas. Como pontos positivos do projeto foram relatados o fato de que as práticas e oficinas são realizadas nas dependências da escola e como negativo o fato de ser apenas uma vez por semana. Concluímos que o projeto tem alcançado os objetivos propostos. Conforme as professoras ganham mais familiaridade com as técnicas, nas práticas regulares semanais, sentem-se mais seguras para aplica-las com os alunos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário