Imprimir

“Seja verdadeiro. Mantenha as suas promessas. Não exagere. Não distorça os fatos. Pense duas vezes antes de falar. Fale a verdade. Fale docemente. Seja preciso no que você diz.”
Swami Sivananda

“Avalie suas declarações e ações e, como o auxiliar de contabilidade registra em sua folha de despesas diárias, descubra o quanto de verdade você tem investido em sua conduta.”
Swami Satyananda

“Verdade é diplomacia. Não uma diplomacia distorcida ou política, mas uma diplomacia que surge de saber como as nossas palavras podem influenciar a mente de outras pessoas.”
Swami Niranjanananda

VERACIDADE (Fonte:  4-6: Sinceridade, Simplicidade, Veracidade)

A veracidade é para mim como um resultado, isto é, o resultado da auto-investigação, o resultado da consciência, o resultado de conhecer o próprio SWAN, o resultado de lembrar constantemente de seu sankalpa e viver para ele. Se tudo isso for feito, só então haverá veracidade.

A veracidade não trata apenas de ser honesto consigo mesmo - o que é bastante difícil - mas também de ser honesto, direto com os outros e expressar essa honestidade de forma inofensiva.

A psicologia ocidental enfatiza a responsabilidade de cada indivíduo por seus pensamentos, palavras e ações. Devíamos dizer: "Estou com raiva" e não "Você me deixa com raiva", "Estou desapontado" e não "Você me decepcionou". A veracidade representa a mesma atitude de responsabilidade e o yoga oferece as ferramentas para alcançá-la. Quando alguém é capaz de agir com essa responsabilidade, há desapego emocional na interação, clareza de espírito, precisão e respeito pelos outros, e nossas ações não são mais meras reações.

Em relação às cinco ITIES anteriores, a veracidade pode atuar como uma força controladora. A Veracidade pode verificar se e como as demais ITIES estão sendo aplicadas ou não; pode ser uma lembrança das ITIES anteriores e do processo que foi necessário para vivê-las. Por exemplo, se estou triste, é preciso honestidade para admitir que não estou vivendo a serenidade e honestidade para lembrar os truques para encontrar a serenidade novamente. Se estou orgulhoso de alguma conquista, é preciso honestidade para me lembrar da ausência de vaidade e do processo de não identificação.

No final dos seis meses fui alertada para diversos aspectos:

1) Todos os meses me deram uma oportunidade especial de aprender sobre a ITIE em questão. O mês de serenidade começou muito desolado e sombrio, mas terminou com uma grande gargalhada. Cada mês era um desafio conhecer a ITIE e as situações do quotidiano exigiam uma resposta à ITIE envolvida. O mês da veracidade estava me perguntando implacavelmente o que eu realmente queria fazer, o que eu honestamente pensava da situação real e agir de acordo. O mês da simplicidade estava me pedindo para manter uma forma simples de viver e pensar, apesar da pressão social. Desse modo, houve uma troca constante entre a busca do sentido de uma ITIE e o cotidiano.

2) Percebi durante esses seis meses que havia um significado por trás da sequência das ITIES, não era apenas uma enumeração aleatória - a ordem importava.

Para começar a trabalhar com as ITIES o mais importante é a serenidade, uma certa leveza, humor e a intenção de não se levar muito a sério. A capacidade de rir de si mesmo é essencial para qualquer caminho de auto-investigação. Ou, como Swamiji disse: "Não ouça apenas a risada de Deus, ria com ele."

O segundo passo é a regularidade, pois nenhum caminho leva a lugar algum sem regularidade. O caminho pode ser qualquer coisa, mas a regularidade deve ser uma parte inerente do caminho.

Com as primeiras conquistas ao longo do caminho, vem o orgulho. Portanto, a ausência de vaidade terá que ser integrada para se humilhar. A identificação com a cabeça, o coração e as mãos leva ao orgulho e à vaidade e precisamos ser lembrados de que não somos o fazedor, mas, em vez disso, precisamos desenvolver a capacidade do observador.

A simplicidade é, então, o resultado lógico, para manter as ações, as interações com as pessoas, o processo de pensamento, os sentimentos e a vida diária simples. Simplicidade não significa buscar uma vida fácil, mas evitar complicações desnecessárias e fúteis. A simplicidade não exclui a sinceridade, pelo contrário, um simples enfoque realça uma abordagem sincera, mas graças à serenidade, não há perigo de se tornar sério.

Para terminar a primeira etapa (as seis primeiras ITIES) da disciplina pessoal, é necessária mais uma atitude, a atitude de credibilidade e honestidade ou de veracidade. Neste ponto, a veracidade é dirigida a si mesmo - sem trapaça, sem prevaricação. Se houver um sentimento de tristeza, um momento de orgulho, é preciso reconhecer isso e enfrentá-lo. É muito tentador diminuir ou ignorar um pouco de vaidade aqui e um pouco de dissimulação ali.

3) Veracidade é como uma ITIE de transição entre as primeiras seis ITIES que envolvem apenas uma pessoa e o próximo conjunto de seis ITIES que envolvem interação com outras pessoas também.

Com estas seis primeiras ITIES bem estabelecidas e desenvolvidas, está-se pronto para trabalhar com as próximas seis ITIES, que se relacionam mais com a nossa interação com o mundo: equanimidade, fixidez, não irritabilidade, adaptabilidade, humildade e tenacidade.

4) Vivi estas primeiras seis ITIES como exploradora aberta, sem expectativas ou interferências. Tudo o que eu vi ou experimentei estava bem, mas não fiz nada para descobrir o que era uma certa ITIE. Lentamente, comecei a sentir que essa atitude quase passiva não era suficiente e, para o próximo conjunto de seis ITIES, decidi adicionar um diário pessoal. Para o terceiro conjunto de ITIES, eu sabia que queria adicionar mais um aspecto e decidi adicionar um ato diário deliberado consciente para o ITIE do mês. Desta forma, quero incluir outra dimensão para cada conjunto de seis ITIES.

5) A última coisa que vi foi que é bom 'fazer uma ITIE por mês', o verdadeiro desafio é 'viver todas as dezoito ITIES juntas - o tempo todo' - esse é o desafio da perfeição.

Você é o começo,
Você é o fim?
Eu nunca sou um fim,
Apenas uma mudança de direção.
Você vem suavemente com um sorriso e
Então você empurra sem dó - mas por quê?
Da terra do conhecimento distante,
Eu levo você para agir e trocar.
Você é o nascimento que precisamos
Para prosseguir - mas onde?
Em seu mundo, você precisa crescer,
No mundo, você precisa se preocupar.
Você é o começo e o fim - de quê?
Entre vocês todos, eu sou a ponte
Da verdade para o amor caminhar.